LOCALIZAR

TRANSLATE

Daniel Berg

BIOGRAFIA CRISTÃ Nº 24: Daniel Gustav Högberg (1884-1963), também conhecido pelos brasileiros como Daniel Berg, foi um sueco Batista; Metalúrgico; Missionário; Evangelista; Colportor; Congregacionalista; Pioneiro do Evangelicalismo e do Pentecostalismo Brasileiro; e Fundador da Assembleia de Deus do Brasil.
"Eu [Jesus] Sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido Comigo e Eu com ele, esse dá muito fruto porque sem Mim vocês não podem fazer nada." (João 15:5, NTLH, SBB).
"Ora, vocês são o Corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente, é membro desse corpo. Assim, na igreja, Deus estabeleceu primeiramente apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois os que realizam milagres, os que têm dons de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas. São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? Têm todos dons de curar? Falam todos em línguas? Todos interpretam? / Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. Passo agora a mostrar-lhes um caminho ainda mais excelente." (1ª Coríntios 12:27-31, NVI, SBI).
"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor." (1ª Coríntios 13:13, VRA, SBB).

Daniel Berg
Daniel Gustav Högberg.
(1884-1963)
No dia 19 de Abril de 1884, nascia Daniel Berg. Seus pais eram Protestantes-Batistas e ministraram para ele esmerada educação cristã.

Berg e sua família residiam na localidade de Vargon, na Suécia, ali vivenciou momentos felizes em sua infância.

No meu tempo de criança íamos passar férias nessas montanhas, contemplando as fontes abundantes e os lagos cristalinos. / Quando subia essas montanhas por veredas estreitas, íngremes e juncadas de pedras pontiagudas, eu comparava esses caminhos ao caminho coberto de espinhos do cristão. Apesar dos obstáculos, continuávamos a escalada até alcançar o cume. Os olhos fixos no alvo davam asas aos pés para subirmos mais e mais. / Quando alcançávamos o pico mais elevado da montanha, descortinava-se diante de nós uma imensa e majestosa vista. Do alto da montanha podíamos contemplar todos os lugares conhecidos que formavam o meu mundo. Quando estávamos lá embaixo, aqueles lugares pareciam gigantescos; porém, vistos do alto daquela montanha, pareciam minúsculos. Eu achava até que podia envolver nos meus braços a minha aldeia. Dali as pessoas eram do tamanho de formigas. Daniel Berg.

Ele foi batizado aos 15 anos confirmando o Senhorio de Cristo em sua vida. O Evangelho apregoado pelos Protestantes avançava nos lares de sua aldeia, confrontando os líderes religiosos do Romanismo.

Já naquele tempo pude observar a desvantagem e o perigo de o povo ter uma fé dirigida, sem liberdade. A religião que dominava minha cidadezinha e arredores impossibilitava as almas de terem um encontro com o Salvador. O povo só tinha acesso a uma fé morna. Seria sempre escravo da liturgia, sem poder alcançar a experiência dos milagres e da salvação plena do nosso Deus, que transforma as almas de pecadores arrependidos. Daniel Berg.

Aos 18 anos de idade foi para a América do Norte. Depois de uma viagem de 20 dias, chegou aos Estados Unidos e foi para a cidade de Providence, no Estado de Rhode Island.

Providence foi fundada em 1636 pelo Batista teólogo Roger Williams, notável defensor da tolerância religiosa, bem como grande defensor da separação entre Igreja e Estado, além de ser defensor de relações justas com os nativos americanos. Frequentemente é creditado ao inglês Roger Williams a origem da Primeira Igreja Batista na América.

Durante a permanência de Daniel Berg nos Estados Unidos, trabalhou e adquiriu especialização em fundição de aço e metalurgia.

Durante os primeiros anos que passei na América, não pude esquecer a família nem os amigos que deixei na Suécia. Quando parti para os Estados Unidos, tinha o propósito de voltar um dia. As saudades do lar aumentaram, e eu decidi retornar para rever minha família. Quando cheguei em casa já começava a escurecer. Coloquei as duas malas de mão (as outras seriam trazidas por um carregador) em frente ao portão. Nesse momento minha mãe apareceu à janela. Quando me reconheceu apressou-se a chamar meu pai e os dois vieram ao meu encontro. Foi um grande momento de emoção. Após trocarmos abraços e lágrimas de alegria, eu constatei que os anos não haviam alterado muito a aparência deles. / Na pequena cidade nada se havia modificado; e eu até senti uma certa satisfação de verificar que tudo estava como antes. Daniel Berg.
Depois de algum tempo, Berg retornou aos Estados Unidos. Ao aproximar-me da América do Norte, Jesus respondeu às minhas orações. As bençãos divinas vieram sobre mim, e tudo se modificou. O mundo pareceu-me diferente depois que recebi a resposta àquela oração. Parecia que o vento havia levado para longe todos os meus problemas. Meu caminho agora estava claro, e eu não tinha dúvidas. Estava resolvido, a partir daquele momento, a dedicar totalmente minha vida ao Senhor, e a contar aos que desejassem ouvir o que eu recebera de Deus, e que a salvação é para todos aqueles que creem. Daniel Berg.

Gunnar Vingren
Adolf Gunnar Vingren.
(1879-1933)
Daniel participou de uma conferência cristã na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, e conheceu Adolf Gunnar Vingren.

Gunnar Vingren nasceu no dia 8 de Agosto de 1879 em Ostra Husby, na Suécia. Seus pais, assim como os de Daniel Berg, também eram Protestantes-Batistas.

Naquela época, professar fé Cristã-Batista na Suécia implicava em perseguições e ausência de prestígio social. Os Batistas surgiram do movimento Separatista, portanto, não eram vinculados com nenhuma religião estatal.

Adolf Gunnar Vingren, vivenciou todos os estágios de sua adolescência e juventude, como um autêntico e bem formado Protestante-Batista.

A Suécia enfrentava situação adversa de pobreza e miséria que assolavam toda a Europa. No final do século XIX e começo do século XX, mais de um milhão de suecos imigraram para os Estados Unidos da América. Para a época, um milhão de pessoas, representava aproximadamente 25% (vinte e cinco por cento) da população de toda a Suécia.

Assim, como Daniel Berg, outro sueco - Gunnar Vingren - também foi alcançado pela febre dos Estados Unidos, engrossando as fileiras de imigrantes suecos.

Vingren frequentou em 1904 um seminário nos Estados Unidos sob liderança de pastores suecos Batistas. Em 1908 foi ordenado ao ministério e pastoreou diversas comunidades Batistas. Em Novembro de 1909 contatou um Avivalista - William H. Durhan - na cidade de Chicago, o que desencadeou uma experiência cristã num templo Batista, localizado no 943 North West Avenue em Chicago, no Estado de Illinois. Depois dessa experiência, Adolf Gunnar Vingren nunca mais seria o mesmo.

Gunnar sentiu forte desejo missionário e queria servir ao Senhor Jesus em qualquer lugar dessa Terra. Tal disposição energizou e encorajou Daniel, agora os dois suecos estavam focalizados no serviço missionário e oravam para Deus apontar um campo missionário.

Daniel Berg
Daniel Gustav Högberg.
(1884-1963)
Certo dia, o dono da casa [Adolf Uldin - Protestante-Batista] onde Gunnar Vingren se hospedava recebeu de Deus uma revelação e profetizou para nós que iríamos para o Pará. Esse nome era uma orientação para nós, apesar de nunca o termos ouvido antes. / Procuramos então a biblioteca da cidade a fim de pesquisarmos onde estaria localizado o Pará. Descobrimos que o Pará ficava no Norte do Brasil. Visto no mapa, ele ficava tão longe que pensamos não ser essa a direção divina. Daniel Berg.

O pastor William Howard Durham (1873-1912) - teólogo e pregador Pentecostal - foi mentor de Daniel Berg e de Gunnar Vingren além de muitos outros líderes PentecostaisLouis Francescon que pregava entre os italianos na América do Norte, Argentina, Brasil e Itália, F.A. Sandgren pioneiro entre os escandinavos, Andrew Urshan missionário Pentecostal no Irã e na Assíria, Andrew H. Argue pastor no Canadá, Eudorus N. Bell líder das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, Aimee Semple McPherson fundadora da Igreja do Evangelho Quadrangular.

Navio Saint Clement
Navio Saint Clement.
Viagem ao Brasil: 05/11/1910 - 19/11/1910.
Berg e Vingren foram enviados ao Brasil debaixo das orientações do pastor William H. Durham. Enfrentando privações e provações, chegaram até Nova York e embarcaram na terceira classe do navio Saint Clement com destino a uma desconhecida cidade com o nome de Belém, localizada no Estado do Pará. A viagem demorou 14 dias.

Os Batistas eram pioneiros no Estado do Pará. A primeira Igreja Batista do Pará foi fundada e organizada pelo missionário Eurico Alfredo Nelson em 2 de Fevereiro de 1897, mesmo ano que o governo republicano brasileiro ordenou a destruição completa de Canudos, na Bahia, grupo sob liderança do cearense Antonio Conselheiro.

O pastor E.A. Nelson nasceu na Suécia e imigrou para os Estados Unidos, vivendo em fazendas no Kansas até seguir para o Brasil. Os três suecos Batistas - Daniel Berg, Gunnar Vingren e Eurico Alfredo Nelson - utilizaram os Estados Unidos como trampolim para chegarem  ao Brasil como missionários.

Desde a organização da primeira Igreja Batista do Pará, em 1897, até a chegada de Daniel Berg e Gunnar Vingren ao Brasil em 1910, diferentes pastores cuidaram da comunidade Batista.

Soberanamente, Deus permitiu que os jovens Daniel e Gunnar seguissem caminhos distintos do movimento Batista, assim engrossou as fileiras do Evangelicalismo no Brasil. Nessa época as condições dos brasileiros eram precárias.

Daniel Berg e família
Daniel Gustav Högberg e família.
Era comum naquela época os leprosos andarem pelas ruas da cidade [Belém no Pará], com grande perigo de contaminar outras pessoas. Vimos doentes sem mãos ou sem pés, ou com as orelhas e o nariz comidos pela doença. A quantidade de enfermos nas ruas era um espetáculo deprimente. A esse mal juntou-se outro: a febre amarela. / Nossos amigos admiravam-se de continuarmos a residir em um local impróprio e sem conforto, sujeitos a sermos atacados pela doença. Eles sabiam que na América do Norte vivíamos mais confortavelmente. Aquela preocupação por nós era sinal de amor e carinho, bem o sabíamos. / O fato de continuarmos fortes, com saúde e dispostos a pregar o Evangelho, mesmo vivendo ali em condições tão precárias, era visto como prova de que Deus nos havia enviado. Daniel Berg.

Primeiro Templo Assembleia de Deus
Primeiro Templo da Assembleia de Deus.
Belém-PA, Brasil.
Daniel Berg acreditava no poder da oração em nome de Jesus Cristo, inclusive, repreendeu um líder cristão: "O irmão tem trabalhado para ganhar almas para Jesus; tem orado para que Jesus dê forças aos enfermos para suportar as enfermidades, mas não orou para Jesus curá-los, porque não crê nessas verdades".

Os colportores foram muito importantes para a divulgação do evangelho no Brasil. A colportagem remonta suas origens ao século XVII com os Valdenses que trabalhavam como mercadores ambulantes oferecendo sedas e jóias, mercadorias escassas em muitas localidades, Aonde os Valdenses eram rejeitados como missionários, eram aceitos como vendedores. Os Valdenses vendiam preciosas mercadorias, mas não perdiam o foco da propagação do evangelho. A palavra "colportor" surge do francês e significa "levar no pescoço", pois eles levavam as escrituras sagradas [bíblia] na face interna da roupa em uma bolsa presa ao pescoço.

Daniel Berg
Bíblia no Brasil.
Os primeiros dias dedicados à colportagem foram reservados à cidade de Belém. O primeiro dia foi pleno de emoções. / ... o serviço de colportagem dava-me oportunidade de conversar com as pessoas e de convidá-las para assistir aos cultos. / ... pouco mais de 20% da população da cidade de Belém sabia ler. / O serviço de colportagem em Belém era novidade. Todos se mostravam curiosos de conhecer o que vendíamos. Bíblias e Novos Testamentos em português, naquele tempo [1910], não era coisa comum. Em geral, o que se ouvia era uma ou outra referência concernente à Bíblia durante a missa. Praticamente, somente o padre possuía um exemplar, e assim mesmo em latim. Por essa razão o povo ficava admirado ao vê-la. Daniel Berg.

Daniel Berg
Batismos em rio.
Na margem do rio, a alguns metros de distância, os jacarés dormiam, como de costume, unidos uns aos outros como se fossem troncos de árvores caídos. Era naquele rio e naquele local que seria realizado o batismo. Apesar da ameaça dos jacarés, tínhamos de realizar o batismo. Os inimigos [geralmente religiosos] ajuntaram-se e ficaram a certa distância, observando a nossa atitude. Naquela hora tínhamos a oportunidade de demonstrar-lhes a nossa fé em Deus. Se não efetuássemos o batismo, eles nos tratariam como covardes, zombariam de nós e não aceitariam mais ouvir a nossa pregação. Daniel Berg.

Daniel Berg foi um servo de Deus simples e sem ambições. Sua visão era a expansão do Reino de Deus através da pregação do evangelho. Diariamente recorria à Bíblia para extrair virtudes cristãs e sempre distribuía folhetos com mensagens evangélicas. Nos seus últimos dias de vida, enquanto estava hospitalizado, Berg mesmo com dificuldades, saía de enfermaria em enfermaria distribuindo folhetos e pregando Jesus Cristo.

O seu trabalho no Brasil foi importante para vencer a intolerância religiosa e a perseguição política, além de ministrar Cristo para milhares de almas.

Encerramos destacando o Centenário da Assembleia de Deus no Brasil comemorado por milhões de cristãos brasileiros Assembleianos.



FONTE:

Livro: Enviado por Deus - Memórias de Daniel Berg.
Autor: Daniel Gustav Högberg (Daniel Berg).
Editora: Casa Publicadora das Assembleias de Deus - CPAD. (Brasil).
Páginas: 208.

Livro: O Brazil Pentecostal - Uma Análise da História.
Autor: Carlos Boaventura.
Editora: Nova Jerusalém. (Brasil).
Páginas: 187.

Livro: O Cristianismo através dos séculos - Uma História da Igreja Cristã.
Autor: Earle E. Cairns.
Editora: Vida Nova. (Brasil).
Páginas: 508.

Wikipédia, a enciclopédia livre.

Vídeo no You Tube.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado!
      Que Deus nos conceda Vida abundante para expressarmos Suas riquezas divinas e espirituais através do labor de Seus servos.

      Excluir