LOCALIZAR

TRANSLATE

Robert Kalley

BIOGRAFIA CRISTÃ Nº 5: Robert Reid Kalley (1809-1888), também conhecido como Robert Kalley ou simplesmente Dr. Kalley, foi um escocês Médico; Pastor Congregacionalista; Evangelista; e Missionário.
"Eu [Jesus] Sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido Comigo e Eu com ele, esse dá muito fruto porque sem Mim vocês não podem fazer nada." (João 15:5, NTLH, SBB).
"Ora, vocês são o Corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente, é membro desse corpo. Assim, na igreja, Deus estabeleceu primeiramente apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois os que realizam milagres, os que têm dons de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas. São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? Têm todos dons de curar? Falam todos em línguas? Todos interpretam? / Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. Passo agora a mostrar-lhes um caminho ainda mais excelente." (1ª Coríntios 12:27-31, NVI, SBI).
"Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor." (1ª Coríntios 13:13, VRA, SBB).

Robert Kalley
Robert Reid Kalley.
(1809-1888)
Robert Reid Kalley nasceu em Mount Florida, Glasgow, na Escócia. Filho de família bem sucedida, seu pai era um rico mercador. Robert frequentou primeiro a Rennie School, depois foi para a Glasgow Grammar School e, finalmente, com apenas dezesseis anos, foi matriculado no curso de Artes na Glasgow University. Seus estudos incluíam retórica, latim e grego avançados. Depois matriculou-se no Laboratório Farmacêutico vinculado à Glasgow Royal Infirmary, recebendo seu diploma em 1827. Dois anos mais tarde, especializou-se em Farmácia e Cirurgia pela Glasgow Faculty of Medicine and Surgery. Alguns anos depois, em 1838, conseguiu seu diploma na Glasgow University.

Foi Ativista Ateu, não acreditando na existência de um ser Eterno, Criador e Sustentador do universo. Fervorosamente combatia os religiosos, transmitindo as suas convicções do Ateísmo. No entanto, alguns dos seus pacientes testemunharam com realidade acerca da Fé Cristã, despertando no seu coração interesse por livros do Cristianismo.

Em 1845, declarou: "Eu era um ateu, e me deleitava na frieza, na escuridão, na sensação de declarar abertamente minha descrença. Quando descobri, digo-o para a minha satisfação, que há um Deus e que este livro [Bíblia] vem de Deus".

Sarah Poulton Kalley nasceu em 25 de Maio de 1825. Foi ótima aluna e seus estudos englobavam aulas de piano, pintura, poesia e idiomas. Demonstrou muita habilidade para o ensino, assumindo algumas classes da Escola Bíblica Dominical em Torquay.

Sarah Kalley
Sarah Poulton Kalley.
(1825-1907)
A personalidade do Dr. Kalley impressionou a senhorita Sarah que ouvira sobre o trabalho cristão desenvolvido por Robert Kalley na Ilha da Madeira em Portugal. A impressão e simpatia culminou no casamento do casal Kalley no  dia 14 de Dezembro de 1852.

Robert e Sarah Kalley chegaram ao porto do Rio de Janeiro, no dia 10 de maio de 1855. Dr. Robert era chamado por seus opositores de "herege leitor da bíblia", "intruso" e, ainda, "lobo em meio às ovelhas" - o Lobo da Escócia. No entanto isso não o intimidava, pelo contrário, ele manteve "o grande objetivo de todo cristão": a pregação da verdade do evangelho para a salvação das almas. "O cristão deve viver por isso, e, se preciso, morrer por isso". Assim, através da pregação do Dr. Kalley, o Brasil foi finalmente apresentado à cruz de Cristo. Ele era humilde e manso de coração quando seus interesses pessoais eram ameaçados; mas lutava energicamente como um leão, quando os interesses do Senhor e do Seu reino sofriam ataques.


Bandeira Real do Brasil
Bandeira Real do Brasil (1822).
O governo do Brasil Império proibiu o Dr. Kalley de ministrar pregações aos brasileiros. Tal decisão foi influenciada pela Igreja Católica Romana. A liderança Católica brasileira invocava o quinto artigo da Constituição de 1824, considerando que o país era por direito uma possessão da Igreja Católica. Este direito estava estampado na primeira página da Constituição do Império do Brasil: "A Religião Catholica Apostolica Romana continuará a ser a Religião do Imperio".


Bandeira Imperial do Brasil
Bandeira Imperial do Brasil (1822-1889).
As dificuldades para a pregação do evangelho salvífico pelos Protestantes eram abundantes. O Dr. Kalley foi proibido de pregar publicamente para os brasileiros e restringido a ministrar cultos domésticos apenas para os estrangeiros. Estavam descartadas as possibilidades da participação dos brasileiros, pois as mensagens evangélicas poderiam ser pregadas livremente apenas nos lares dos estrangeiros e no idioma do proprietário da residência. Kalley pregava ousadamente a Palavra de Deus nas ruas ensolaradas do Rio de Janeiro, mesmo perante tantas perseguições e obstáculos aparentemente intransponíveis.



Dom Pedro II
Dom Pedro II.
(1825-1891)
DOM PEDRO II

Alcunhado (apelidado) como o Magnânimo, foi o segundo e o último monarca do Império do Brasil. Reinou no país durante um período de 58 anos. Nascido no Rio de Janeiro, foi o filho mais novo do Imperador Dom Pedro I do Brasil, também conhecido como Dom Pedro IV de Portugal e da Imperatriz Maria Leopoldina de Áustria, e portanto, membro do ramo brasileiro da Casa de Bragança. Foi coroado em 18/07/1841 e sua herdeira na sucessão foi Isabel, Princesa Imperial do Brasil. Dom Pedro II morreu com 66 anos na França.

Robert Kalley enquanto permaneceu no Brasil, "manteve laços de amizades com vários membros da realeza, até quando enfermo, foi visitado em sua mansão, pelo imperador D. Pedro II, um encontro de dois intelectuais no dia 6 de março de 1860. D. Pedro II era assíduo leitor da Bíblia e nutria um desejo sagrado de visitar a Terra Santa. Dr. Kalley, lia e ensinava a Bíblia e por um período de quase três anos de sua vida ministerial residiu na Palestina. Suas palavras sobre a Terra Santa, empolgavam ainda mais o forte interesse de D. Pedro II em visitar aquela região, berço do cristianismo".


Em 1876, dezesseis anos depois, acompanhado de uma enorme comitiva e guiado pelo frei franciscano Liévin de Hamme, Dom Pedro II, então com 51 anos, realizou a sua sonhada viagem à Terra Santa. O Imperador, D. Pedro II foi o primeiro dirigente na história do Brasil a visitar o Oriente Médio. A áurea - ou felicidade do segundo dirigente, coube ao petista pernambucano Luiz Inácio Lula da Silva que esteve no Oriente Médio em dezembro de 2003. Como bom caixeiro viajante, o presidente Lula esteve na Síria, Líbano, Emirados Árabes, Egito e Líbia. Entre a visita de D. Pedro II e Luiz Inácio Lula da Silva, se passaram 127 anos!


Durante sua viagem histórica: "Dom Pedro II visitou o campus de Harvard em junho de 1876 e jantou em companhia, entre outros, de Henry Longfellow [poeta estadunidense] e Ralph Waldo Emerson [filósofo e poeta estadunidense]. Longfellow mais tarde comentou que o imperador brasileiro estava interessado em conhecer o mundo não como rei, mas como um simples viajante".


Senador José Martins
José Martins de Cruz Jobim.
(1802-1878)
Todos os contatos que a família Kalley sustentara, foram importantes para o progresso da fé evangélica protestante, senão vejamos, além da cordialidade existente com a família real, os Kalley influenciaram o  Legislativo através do bom testemunho que manifestavam em suas vidas.

O Senador José Martins de Cruz Jobim propôs no Parlamento que a completa liberdade religiosa fosse garantida e que os oponentes fossem acusados de crime. No caloroso debate que se seguiu, ele definiu sua crença: "Eu não acredito em nada além do que Cristo ensinou; e, quanto a todas as outras coisas, tenho grandes dúvidas, e não as considero de qualquer importância".

Rio de Janeiro
Ilustração do Rio de Janeiro.
Na época de 1855, "a cidade do Rio de Janeiro tinha uma população estimada em 300 mil habitantes. Havia 50 igrejas e capelas católicas onde a população desfilava a cada manhã de domingo. [Família Kalley] Orientados pela leitura do livro do reverendo Kidder, fixaram morada em Petrópolis, opção pelo clima e pela aproximação com à Corte Brasileira".

Rio de Janeiro
Cartografia do Rio de Janeiro no Império.


Palácio Imperial de Petrópolis
Palácio Imperial de Petrópolis-RJ, Brasil.
Na cidade serrana de Petrópolis, os Kalley alugaram a mansão Gernheim, onde residira Mr. Webb, embaixador dos Estados Unidos. "Gernheim" é a expressão germânica para "lar muito amado". Neste lar muito amado, Sarah Kalley organizou a primeira Escola Bíblica Dominical permanente no Brasil, iniciada no dia 19 de agosto de 1855. Desta forma nasceu a Igreja Evangélica Brasileira em meio às provações e sofrimentos do evangelismo diante do contexto político-social no ano de 1855.


Robert Kalley
Casal Kalley.
Robert Kalley faleceu em Edimburgo, em 17 de janeiro de 1888, aos 79 anos. O labor deste homem de Deus findou nesta terra. Jesus Cristo, o Senhor deste servo o convocou para a eternidade, agora para ser rei e sacerdote (1 Pedro 2:9 e Apocalipse 20;6b) eterno de Deus. O serviço fúnebre foi conduzido por seu amigo Hudson Taylor, outro gigante das missões mundiais.

Que sejamos achados como bons servos de Jesus Cristo, como aqueles que demonstram fidelidade e prudência no serviço Santo de nosso Deus.


BRASIL ATUALMENTE:

Bandeira Republicana do Brasil
Bandeira Republicana do Brasil (1889).
Nós brasileiros somos gratos aos pioneiros do evangelho, aos homens que deixaram o conforto de suas nações, o aconchego de suas famílias, a estabilidade de suas vidas, simplesmente, para atenderem ao sublime chamado de Cristo de apregoar as boas novas para todas as criaturas.

Hoje não devemos ser soberbos, não seremos nós que vamos ganhar o mundo inteiro, pelo contrário, homens do mundo inteiro vieram até nós para anunciar o Evangelho de Jesus Cristo.

Marcha para Jesus
"Marcha para Jesus" no Rio de Janeiro, Brasil.
Movimento Evangélico.
Face o exposto, qual é a nossa postura?

Devemos honrar o labor dos nossos irmãos do passado vivenciando a Palavra intensamente em nossas vidas. Que a Bíblia seja o objeto mais precioso do nosso viver. Busquemos a santidade sem a qual ninguém verá a Deus e corramos para o alvo que é a manifestação do Reino dos Céus de nosso Senhor Jesus Cristo. Vivamos um santo proceder que provoque em nós o domínio majestoso do nosso Rei Jesus em nosso espírito humano.

Marcha para Jesus
"Marcha para Jesus" no Rio de Janeiro, Brasil.
Movimento Evangélico.
Proclamaremos?

Sim! Mas, não com um coração arrogante como se nós fossemos os pioneiros, pelo contrário, anunciaremos as boas novas com o coração humilde, sabendo que as multidões cristãs que hoje ocupam os eventos evangélicos nos grandes estádios de futebol do Brasil, bem como aquelas que manifestam o seu amor nas "Marchas para Jesus" não são o fruto apenas do nosso labor cristão, mas são as ramificações das diversas sementes lançadas no território brasileiro desde o período do Brasil Colonial e Imperial.

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro, Brasil.


FONTE:

Livro: Jornada no Império - Vida e Obra do Dr. Kalley no Brasil.
Autor: William B. Forsyth.
Editora: Fiel. (Brasil).
Páginas: 254.

Livro: A Bíblia no Brasil Império - Como um livro proibido durante o Brasil Colônia tornou-se uma das obras mais lidas nos tempos do Império.
Autor: Luiz Antonio Giraldi.
Editora: Sociedade Bíblica do Brasil - SBB. (Brasil).
Páginas: 365.

Livro: O Brazil Pentecostal - Uma Análise da História.
Autor: Carlos Boaventura.
Editora: Nova Jerusalém. (Brasil).
Páginas: 187.

Wikipédia, a enciclopédia livre.

2 comentários:

  1. bendiciones mis hermanos y junto con la uncion del rey jesus...asta el fin ..aleluyas

    ResponderExcluir
  2. Gracias, querido lector y hermano en Cristo! Que Dios bendiga su nación y creyentes cristianos disfrutan mucho de Cristo y reflexionar sobre la sociedad Espíritu y Vida. Gracia y Paz!

    Obrigado, prezado leitor e irmão em Cristo! Que Deus abençoe a vossa nação e que os crentes cristãos desfrutem muito de Cristo e reflitam para a sociedade Espírito e Vida. Graça e Paz!

    ResponderExcluir